fbpx
Entrevista: aluno do Programa FTP vence reality show de traders

Entrevista: aluno do Programa FTP vence reality show de traders

O Bruno Besse é aluno do Programa FTP e recentemente venceu o torneio “Money Master” promovido pela corretora Ativa Investimentos. Além do título de “o maior trader do Brasil”, o Bruno também ganhou uma viagem de 7 dias com direito a acompanhante para Nova Iorque e 6 meses gratuitos da plataforma Profitchart.

Ele foi muito consistente durante todo o torneio, gerenciando muito bem o risco, o lado psicológico e fazendo boas operações com dinheiro em conta real. Na final, além da pressão natural das operações, tinha como adversário um trader com 30 anos de experiência no mercado. E ele venceu conseguindo gerenciar muito bem as emoções e aplicando o conhecimento adquirido como trader.

Neste bate-papo, além de falar um pouco mais sobre o reality show, o Bruno conta sobre os motivos que o levaram a deixar um emprego estável em uma empresa multinacional e migrar para profissão de trader. Fala sobre o seu começo, a forma de operar, os mercados, as técnicas que já utilizou, a experiência no curso, desafios, áreas de desenvolvimento, evolução e expectativas para carreira.

Nos últimos 6 meses ele tem tido os melhores resultados desde que começou a operar no mercado. Alcançou consistência e não teve nenhum mês de drawdown, o que é um resultado excelente. Parabéns Bruno!

Clique no vídeo abaixo para para assistir nossa conversa que tem algumas dicas que podem ajudar traders que estão iniciando no mercado ou mesmo que já estão há algum tempo buscando melhorar os resultados.

Para saber mais sobre o Programa FTP com todos os detalhes sobre este curso profissional, clique aqui.

Muito sucesso na sua jornada como trader e caso tenha qualquer dúvida ou comentário envie um email para contato@profissaodaytrader.com

 

Conecte-se e compartilhe através das redes socias:

Ser trader é arriscado? Não seria mais seguro tentar outro negócio?

Ser trader é arriscado? Não seria mais seguro tentar outro negócio?

Conversei recentemente com algumas pessoas que estão considerando se tornar traders, mas têm dúvidas se deveriam dar um passo em direção a esse sonho pessoal. O questionamento mais comum que escutei é que eles enxergam que ser trader é arriscado e deveriam investir seu tempo e dinheiro em negócios mais “seguros”.

Comecei a pensar em como foi para mim a decisão de tentar essa profissão e achei interessante escrever um artigo sobre isso. Pode ser que você esteja com essa mesma dúvida no momento.

Bem, o que percebo é que existe muita informação negativa, sem qualidade e que mais atrapalha do que ajuda os que estão no processo de decisão. Será que vale a pena ou não tentar se tornar trader? É realmente arriscado?

Acredito que um dos grandes motivos para que essa dúvida exista na mente das pessoas que desejam se tornar traders, mas não dão os passos necessários para tentar, é porque existem muitas histórias de fracasso na Bolsa. Estes vários casos de insucesso reforçam a estatística de que 90% dos que tentaram, perderam no mercado. 

Antes de avançarmos neste artigo é fundamental entender melhor essa análise dos 90%. A verdade é que o grupo dos que perderam e continuam perdendo não é formado apenas por pessoas que se planejaram, se prepararam para se tornar traders e buscar vencer nesta profissão agindo do jeito certo.

Dentro da estatística dos perdedores você encontra também:

  • Os que são preguiçosos e entram com uma expectativa de que ficarão ricos sem ter que trabalhar intensamente;
  • Os que são iludidos e acham que será fácil ganhar muito dinheiro na Bolsa;
  • Os que são impacientes e querem resultados imediatos, do dia para noite;
  • Os que são irresponsáveis e pensam que multiplicarão suas pequenas contas arriscando tudo através da alavancagem oferecida pelas corretoras;
  • Os que são apostadores e atuam no mercado com uma mentalidade de jogador em busca da adrenalina, sem disciplina, método ou estratégia com vantagem competitiva.

Veja, todas essas pessoas acima fazem parte da estatística dos 90%! Existem outros motivos para que a maioria perca. Se você quiser se aprofundar neste assunto, escrevi um artigo que você pode ler clicando aqui.

A verdade é que pessoas com essas características perderiam em praticamente qualquer tipo de negócio que você possa imaginar, não só no trading. Algumas teriam grandes dificuldades também em alguns ambientes de trabalho.

Infelizmente não existe um percentual que mostre a taxa de fracasso dos que tentam se tornar traders do jeito certo. Mas tenho absoluta certeza que não estamos falando de 90%. Acho que você concorda comigo, não? Afinal, para todo perdedor deveria existir um vencedor na outra ponta da operação.

Vamos falar agora sobre outros negócios. Não existe um risco em se tornar empresário e abrir o próprio negócio? Claro que sim. Quantos casos de empreendedores você conhece que lamentavelmente tiveram que fechar suas empresas poucos anos após o lançamento? Um restaurante, uma loja, uma empresa de serviços etc.

Ser trader é arriscado? Sim, certamente. Mas o risco sempre existe e continuará existindo em qualquer decisão que tomamos na nossa vida. Seja a escolha da faculdade, um casamento, uma mudança de emprego ou mesmo a abertura de uma empresa.

Agora, vamos comparar os investimentos necessários para abertura de uma empresa versus para se tornar trader.

Ter um negócio próprio pode ser muito mais caro para abrir, manter e fechar do que ser um trader. E isso sem contar as dores de cabeça, burocracia e impostos. Além dos altos custos mensais de manutenção, funcionários, encargos etc.

Por outro lado, os investimentos para se tornar um trader são mais baixos do que em outros negócios. Você, basicamente, precisa investir em infraestrutura e boa educação. Os custos para manter o “negócio trading” também são muito mais baixos do que para manter uma empresa. Você precisa de uma boa plataforma, os custos de corretagem etc.

E as oportunidades? Quando analisamos os benefícios, o “negócio trading” é muito vantajoso para os que conseguem se tornar consistentes e terem sucesso no mercado. A burocracia é menor e os impostos também. O retorno financeiro é alto quando finalmente você aprende a operar de forma profissional.

Sem contar que você pode comandar o seu negócio morando em qualquer lugar e trabalhando o dia e horário que você quiser… uma enorme sensação de liberdade. Algo difícil, quase impossível, de encontrar em outros negócios.

Ser trader é arriscado? Sim, certamente, assim como praticamente qualquer decisão que tomaremos em nossa vida. Mas uma coisa é certa: o trading oferece uma relação risco retorno muito difícil de encontrar em outros negócios.

Caso você tenha essa dúvida hoje, espero que a leitura desse artigo trouxe uma nova perspectiva para sua análise. Eu também tive dúvidas, mas hoje vejo como valeu a pena não desistir e seguir em frente. Leia mais clicando aqui.

Se você decidir se tornar trader só não se esqueça de uma coisa: tente do jeito certo, opere como profissional e sem amadorismo.

Se estiver interessado em investir em educação, dê uma olhada no meu Programa de Formação de Trader Profissional. Para saber mais sobre esse curso, clique aqui. 

Os alunos que estão neste treinamento profissional estão tentando do jeito certo. Estou muito feliz com as histórias de sucesso que já estão aparecendo dentro do grupo. Tenho certeza que novos casos surgirão e torcerei para que você seja um dos próximos!

Qualquer dúvida ou comentário envie um email para contato@profissaodaytrader.com

 

Conecte-se e compartilhe através das redes socias:

Não desista dos seus sonhos… talvez você esteja mais próximo do que imagina.

Não desista dos seus sonhos… talvez você esteja mais próximo do que imagina.

A Bolsa de Valores de Nova Iorque foi fundada há 226 anos, em 1792. Além de ter muita história e ser a mais conhecida do mundo, ela é também a de maior valor. São mais de 2.400 empresas listadas que juntas representam um valor de mercado superior a 20 trilhões de dólares, aproximadamente 11 vezes o PIB anual do Brasil.

E é um local de difícil acesso. Tudo isso me fez sentir ainda mais honrado e privilegiado por ter sido convidado para passar um dia na Bolsa durante o horário do pregão.

Quando comecei essa caminhada para me tornar um trader, há mais de 10 anos, não poderia imaginar o que aconteceria no futuro e muito menos que um dia estaria dentro da Bolsa de Nova Iorque.

E qual foi a grande lição que aprendi com essa experiência? 

Estando ali, dentro do coração financeiro mundial, onde bilhões de dólares são movimentados diariamente, pude perceber, uma vez mais, que as incontáveis noites e finais de semana, as dezenas de livros, as milhares horas de estudo, o investimento de tempo e dinheiro e tudo o que precisei fazer para me tornar um trader profissional não foram em vão.

Se você tem o sonho da liberdade, de não ter mais chefe, não depender exclusivamente do mundo corporativo e ter uma segunda renda, ter mais qualidade de vida e passar mais tempo com a sua família, buscar sua independência financeira e ter uma carreira como trader, não desista facilmente.

Acredite, você pode vencer!

Não é fácil se tornar trader e alcançar a consistência, mas é possível sim. Vale a pena tentar e lutar pelos seus sonhos. Mas é fundamental tentar do jeito certo: operar como profissional e não mais como amador!

Se você leu o meu ebook e conhece minha história, sabe que minha trajetória também não foi fácil. Clique aqui para saber mais.

E talvez você esteja mais perto do que imagina…

As incríveis experiências que tenho tido ensinando, tudo o que sei e aprendi nestes mais de 10 anos e utilizo no meu dia a dia, para os traders que estão se inscrevendo diariamente no meu Programa de Formação de Trader Profissional (FTP), só reforçam, na prática, de que é possível vencer no mercado.

Me alegra saber que estou acelerando a curva de aprendizado destes traders, compartilhando conhecimento de qualidade, sendo honesto e deixando-os mais próximos da realização de seus sonhos!

Caso você esteja passando por uma fase difícil no mercado, pensando em desistir de ser trader, talvez porque teve um início cheio de erros e prejuízos ou mesmo porque tem pouca esperança de que é possível ter sucesso, espero que minha história de persistência e dedicação, possa trazer uma novo ãnimo para que você continue lutando, aprendendo e acreditando.

Se você está apenas começando no mercado, meu conselho é para que você comece do jeito certo. E uma boa forma é fazendo gratuitamente o meu curso onde ensino os 7 passos para se tornar um trader. Clique aqui e se inscreva.

Desejo muito sucesso na sua caminhada e torço para que você, assim como eu, se torne trader vencedor e realize os seus sonhos! 

Qualquer dúvida ou comentário envie um email para contato@profissaodaytrader.com

 

Conecte-se e compartilhe através das redes socias:

Por que a maioria dos traders perdem e, provavelmente, continuarão perdendo?

Por que a maioria dos traders perdem e, provavelmente, continuarão perdendo?

Muitos que começam a operar como traders no mercado financeiro desistem depois de alguns meses ou em poucos anos. E qual o motivo da desistência? Na esmagadora maioria das vezes é porque não aguentam mais perder na Bolsa. Em casos mais extremos, desistem porque quebraram suas contas, perderam todo (ou quase todo) o capital que tinham para operar.

Uma pequena minoria persiste, se levanta e tenta novamente. A verdade é que poucos conseguem se tornarem traders vencedores com resultados positivos e consistentes no mercado.

E por que a grande maioria perde? Existem diversos motivos que poderiam explicar o porquê de apenas uma minoria conseguir sucesso. Mas para que esse artigo possa ajudar os que têm tido prejuízos, resultados inconsistentes ou mesmo os que estão planejando entrar no mercado, quero discutir o que entendo ser o principal motivo para que a maioria perca.

Bem, em primeiro lugar, é importante reforçar que a profissão de trader está longe de ser fácil e a indústria do mercado financeiro é uma das mais competitivas do mundo, movimentando bilhões e bilhões de dólares diaramente. As pessoas mais inteligentes e poderosas do planeta fazem parte dessa indústra. Não é facil vencer e falo sobre isso em outro artigo do meu Blog que você pode ler clicando aqui.

Mesmo com toda essa dificuldade existente, muitos decidem operar no mercado de forma completamente amadora, sem terem qualquer tipo de estratégia que lhes dê alguma vantagem competitiva. Acreditam que podem ter sucesso como traders agindo exatamente da mesma forma que os vários amadores tentaram e, infelizmente, fracassaram no passado.

Qual é a chance de vencer no mercado operando como um amador? Qual é a chance de ter sucesso nessa profissão no médio e longo prazo operando estratégias que não possuem qualquer tipo de vantagem competitiva? Qual é a chance de ser um vencedor repetindo os mesmos erros cometidos pelos vários traders amadores que falharam e acabaram saindo do mercado? Na minha opinião, muito baixa, quase nenhuma.

Operar no mercado sem possuir estratégias com vantagem competitiva é um dos principais motivos para que a maioria perca.

E o que significa ter estratégias com vantagem competiva? Colocando de uma forma bem simples, significa ter uma vantagem, seja ela técnica ou psicológica (ou a combinação dos dois), sobre os seus concorrentes no mercado. Preparei um curso gratuito onde explico, em detalhes, esse conceito de estratégias com vantagem competitiva, inclusive revelo uma das minhas seis estratégias e todos os passos necessários para se tornar profissional.

Para se inscrever no curso gratuitamente, clique aqui.

E talvez você esteja se perguntando: mas como posso saber se as minhas estratégias possuem vantagem competitiva? Uma ótima pergunta, mas que demandaria uma longa resposta. Para que esse artigo não fique ainda maior, existe uma forma simples e lógica de saber se suas estratégias possuem ou não vantagem competitiva.

Pense da seguinte forma. Se vencer no mercado fosse fácil, a grande maioria venceria, certo? Muitos dos traders que tentaram e falharam eram pessoas inteligentes que tiveram sucesso em suas carreiras fora do mercado. Mas mesmo assim não tiveram sucesso dentro do mercado. Sabemos que não é fácil vencer, se tornar um trader profissional e ser consistente nos resultados.

Seguindo esse raciocínio, caso suas estratégias (ou “setups”), sejam fáceis para serem executadas do ponto de vista técnico ou psicológico (ou a combinação dos dois), existe uma enorme probabilidade, muito grande mesmo, que elas não tenham qualquer tipo de vantagem competitiva.

Conseguiu me acompanhar até aqui? Ora, se as suas estratégias não têm algum grau de dificuldade, sejam eles técnicos ou psicológicos, a grande maioria poderia executá-las sem grandes problemas, não é verdade? Se é relativamente fácil operar da forma como você opera, a maioria conseguiria também.

Já sabemos que a grande maioria perde no mercado, poucos vencem. Sendo assim, como seria possível ter sucesso utilizando estratégias que são fáceis de serem executadas, sem grandes desafios técnicos e/ou psicológicos? Se não existem componentes com algum grau de dificuldade, não seria muito fácil? E se fosse fácil, a maioria não conseguiria?

Sendo assim, não faz sentido que o caminho para o sucesso no mercado possa ser alcançado utilizando estratégias (setups) que sejam de fácil execução, sem apresentar grandes desafios (técnicos e/ou psicológicos) para quem as opera.

Não quero dizer com isso que é necessário ter estratégias super complexas e trabalhar por anos para descobrir fórmulas mágicas. Não, não é isso que estou falando. Complexidade não é a mesma coisa que grau de dificuldade.

Bem, no meu caso, para conseguir criar estratégias com vantagem competitiva, decidi ir por um caminho mais difícil, o qual a grande maioria dos traders normalmente não trilha: me tornei um trader discricionário e opero o contexto do mercado.

E participando de um dos meus Workshops Gratuitos, você poderá aprender as técnicas e estratégias que utilizo, que multiplicaram minha conta e me permitiram viver do mercado através da minha consistência. Para se registrar gratuitamente, clique aqui.

O ser humano tem uma tendência natural para preferir o caminho mais fácil das coisas e procura, a todo custo, evitar o que demande muito esforço, seja ele físico ou, principalmente, intelectual.

O contexto do mercado é dinâmico e muda constantemente. Ser um trader discricionário é, na minha opinião, muito mais difícil do que ser trader mecânico, aquele que opera setups que são baseados em indicadores que, por sua vez, são derivados do preço (médias móveis, estocásticos etc) e que produzem sinais de compra ou de venda.

E por que, provavelmente, a maioria dos traders continuará perdendo? Acredito que exatamente pelo fato de a maioria continuar buscando uma forma mais fácil para operar, seja através de indicadores ou seguindo pessoas, ao invés de investir tempo para finalmente conhecer o mercado a fundo, saber interpretar o que está acontecendo, entrar na mente dos participantes, ler e entender os possíveis movimentos do mercado. Enfim, ir pelo caminho mais difícil, operar o contexto do mercado e, dessa forma, ter estratégias com vantagem competitiva.

Veja, o que é mais fácil? Ler e entender o contexto do mercado e dos seus participantes e, através dessa análise, decidir qual é a melhor estratégia para ser executada em cada momento, cenário e situação do mercado, além de decidir quando não executá-la, ou simplemente executar os sinais de compra e venda que são gerados por uma combinação de indicadores ou mesmo seguir um analista e operar os seus “calls” de compra e venda?

Se a execuação dos seus setups e/ou a forma como você opera no mercado é fácil e não demanda grande esforço e relativo grau de dificuldade, sejam esses desafios técnicos ou psicológicos, é provável que você está tentando ganhar dos profissionais do mercado sem qualquer vantagem competitiva.

Pense nisso. A grande maioria perde no médio e longo prazo. E se essa grande maioria conseguiria operar do jeito que você opera hoje, o que faz você acreditar que continuar operando da mesma forma que você opera no presente, poderia trazer um resultado no seu futuro, diferente do que grande maioria conseguiu no passado?

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. Albert Einsten

Um dos meus objetivos com o meu curso de formação de trader profissional é ensinar tanto os iniciantes, como também os traders mais experientes e em desenvolvimento, a operarem de forma profissional, ensinando o fundamentos e princípios do mercado e do trader, além de técnicas e habilidades, que, por sinal, muitas delas não são fáceis de serem desenvolvidas, compartilhando minhas estratégias que possuem vantagem competitiva e trabalhando nos aspectos da mente, hábitos, rotinas, planejamento, atitudes, processos, comportamentos etc.

Para saber mais sobre esse programa de treinamento profissional, clique aqui. 

Espero que esse artigo tenha sido útil para que você reflita se está operando no mercado com estratégias que tenham vantagem competitiva sobre os seus concorrentes. Caso elas não tenham, acho que valeria a pena se perguntar: será que terei sucesso como trader agindo e operando da mesma forma que a grande maioria dos traders amadores agiu, operou e perdeu no passado?

Qualquer dúvida ou comentário envie um email para contato@profissaodaytrader.com

 

Conecte-se e compartilhe através das redes socias:

A educação do trader: Formação vs Especialização

A educação do trader: Formação vs Especialização

Um dos pontos mais importantes no processo de educação de um trader de sucesso é entender a diferença entre formação como trader e especialização em um mercado.

Apesar de ser algo extremamente importante, a verdade é que poucos sabem que existe tal diferença. Muitos traders, iniciantes ou mesmo os mais experientes, acabam se confundindo no processo de desenvolvimento. Ao invés de completarem a formação como trader, partem para escolha da área de atuação e se especializam em um mercado específico antes mesmo de aprenderem e dominarem os fundamentos da profissão de trader.

Para ilustrar esse conceito, antes de entrarmos em questões mais específicas do trading em si, vamos pensar na profissão de Engenheiro (a).

Uma pessoa que se forma em Engenharia, pode se especializar em diferentes áreas de atuação, indústrias ou mercados. Alguns dos exemplos abaixo:

  • Engenheiro Civil
  • Engenheiro Elétrica
  • Engenheiro da Computação
  • Engenheiro Mecânico

Porém, para se especializarem e atuarem nas áreas acima, todos, sem exceção, precisaram passar por uma formação (graduação) em Engenharia, correto? Seria possível pular etapas na educação e se tornar um Engenheiro Civil?

“Ah, são muitos anos de estudo para ser um Engenheiro… farei um curso rápido de como construir prédios e me tornarei um Engenheiro Civil em 3 meses.” Parece um absurdo pensar nisso, não é verdade?

E o mesmo conceito poderíamos aplicar para outras profissões. Os estudantes de Direito, que podem se especializar em Direito Civil, Penal, Trabalhista, Internacional. O mesmo para Medicina… enfim, praticamente para qualquer profissão. E por que seria diferente para profissão de trader? Pois é. Na minha opinião não é.

Mas muitos traders tentam dar um jeitinho e encontrar uma forma para já se tornarem especialistas em um mercado antes mesmo de adquirirem o domínio da profissão de trader.

Na minha opinião a sequência da educação para um correto desenvolvimento na carreira para um trader é começar pela formação, onde o aspirante a trader realmente se torna um trader profissional.

Adquire bom conhecimento e sabe como pensar e agir como um trader. Entende os fundamentos, os princípios que fazem parte do dia a dia como trader e do mercado financeiro. Se desenvolve, sabe ler o mercado. Tem suas estratégias e sabe lidar com a mente para executá-las com sucesso. Cultiva bons hábitos, tem boa disciplina, bom controle. Entende o risco. E tem capacidade, a fundação, os alicerces, para operar de forma consistente para então se especializar em um mercado.

Se você tiver interesse em aprender os 7 passos para se tornar um trader profissional, se inscreva gratuitamente no meu curso onde explico o passo a passo. É só clicar aqui e se inscrever. 

Depois da formação como trader, aí sim o próximo passo na educação é a especialização. É aqui que o trader vai escolher a sua área de atuação. Cada mercado tem uma característica, um perfil diferente. Os detalhes de cada mercado são importantes, precisam ser conhecidos e estudados para que o trader possa operá-lo com sucesso.

E são várias as opções existentes no mercado financeiro:

  • Especialização em dólar
  • Especialização em índice futuro
  • Especialização em opções
  • Especialização em commodities
  • Especialização em Forex
  • Especialização em Criptomoedas 

Enfim, muitas opções para escolher durante o processo de especialização. E isso sem considerar o estilo operacional de cada trader: scalper trader, day trader, swing trader ou position trader.

E um dos maiores erros que um trader pode cometer na sua carreira é se especializar em um mercado antes de se tornar um trader de verdade.

A especialização é importante, necessária e fundamental para ser consistente, mas inverter a ordem poderá causar muitos problemas no processo de desenvolvimento como trader.

E, infelizmente, muitos iniciantes cometem esse erro. Estudam e compram cursos sobre Forex, Bitcoin, opções binárias, opções de ações, mini-indice, mini-dolar, mas têm muita dificuldade em operar com sucesso.

Os motivos podem ser os mais diversos, mas acredito que em muitos dos casos, os problemas encontrados estão relacionados ao fato de que estes traders não completaram corretamente a fundação, a base de tudo: eles não se tornaram traders profissionais. E se você não sabe operar de forma profissional, de nada adianta se especializar em um mercado.

Se você é um trader iniciante, antes de partir para especialização, tenha certeza que você completou a sua formação como um trader da forma correta.

Se você é um trader mais experiente e em desenvolvimento e já opera em um ou mais mercados, mas os seus resultados não são consistentes, talvez você tenha cometido o erro de se especializar antes de se formar. Pode ser que sua base não seja sólida.

Um bom ditado popular para resumir este artigo seria: não ponha a carroça na frente dos bois!

Para concluir, gostaria de reforçar a importância da educação. A maioria das pessoas entende o quão fundamental é ter uma educação de qualidade. E é uma pena ver muitos países a negligenciarem, investindo pouco ou mesmo ignorando a educação como a base da construção de um futuro sólido e promissor do seu povo.

Quando olhamos para alguns dos países mais desenvolvidos do mundo é quase impossível encontrar um exemplo que não tenha investido na educação como base do desenvolvimento da sua sociedade.

“A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo.” – Nelson Mandela

Se a educação tem o poder de mudar o mundo, imagina o que ela pode fazer na sua caminhada como trader?

Se você tiver interesse em entar no meu Programa de Formação de Trader Profissional, clique aqui.

Qualquer dúvida ou comentário envie um email para contato@profissaodaytrader.com

 

Conecte-se e compartilhe através das redes socias:

O setup do meu escritório de trading

O setup do meu escritório de trading

 

A estrutura e o ambiente onde um trader opera no mercado financeiro não garantirão o sucesso em suas operações, mas certamente poderão dar uma importante ajuda.

Ser um trader é ter uma profissão. Sendo assim, o local de trabalho tem que ser profissional e alinhado com as necessidades desta carreira.

A foto acima é do meu escritório dedicado ao trading. Sou um trader profissional, em período integral, e opero nos mercados do Brasil e Estados Unidos.

O setup abaixo é o que tenho usado nos últimos anos no meu escritório:

  • 1 computador, onde estão instaladas as plataformas gráficas, softwares e arquivos.
  • 6 monitores, com os gráficos dos mercados que acompanho e opero.
  • 1 notebook, para arquivos de acompanhamento e notícias.
  • 1 tablet, com o meu trading plan.
  • 2 no-breaks, para evitar qualquer tipo de problema com queda de energia.
  • 1 Internet móvel, para situação de queda da internet.
  • 1 desktop virtual na Amazon (hosting), que utilizo de forma dedicada para execução das minhas ordens e para me dar mobilidade quando viajo.

Não estou sugerindo que qualquer trader deveria ter o mesmo setup para operar no mercado financeiro. Ou que todos deveriam sair de casa e alugar um escritório. Cada um tem que planejar de acordo com a possibilidades e necessidades (profissionais, pessoais e familiares).

O que definitivamente é importante para qualquer trader, principalmente para um day trader, é operar em um ambiente que ajude na concentração, foco e disciplina, seja ele dentro ou fora da sua casa.

Caso você esteja começando nesta carreira, meu conselho é que não invista o seu dinheiro e energia para ter um super escritório com um setup parecido com o descrito acima. Se concentre primeiro em aprender e ser consistente com suas operações.

Caso você já seja mais experiente no mercado financeiro, é consistente em suas operações e resultados e esteja planejando se tornar um trader independente em período integral, espero que esse artigo tenha oferecido algumas idéias de como você poderia planejar e organizar o seu escritório de trading.

Para se inscrever gratuitamente no meu curso onde ensino os 7 passos para se tornar um trader profissional, clique aqui.

Qualquer dúvida ou comentário envie um email para contato@profissaodaytrader.com

 

[aula com 2 bônus]
[aula com 2 bônus]
[workshop gratuito com 2 bônus]
[workshop gratuito com 2 bônus]
[Aula grátis com 2 bônus]
[Aula grátis com 2 bônus]